Hoje é Terça, 12 de Dezembro de 2017
A Ascamor

ASSOCIAÇÃO DE CAPOEIRA MOVIMENTO REGIONAL

Organização civil, sem fins lucrativos, constituída por tempo indeterminado, com personalidade jurídica distinta dos seus associados, praticante da capoeira. Esta entidade foi fundada em 1º de outubro de 1988, na cidade de Feira de Santana, estado da Bahia, onde na época tinha foro e sede a Rua Manoel da Costa Ferreira, 134 - Barroquinha. Hoje sua sede está localizada na rua Alto do Paraíso, 270 – Loteamento Porto Seguro – Bairro Calumbi – Feira de Santana, Bahia.

A ASCAMOR tem por finalidade difundir a prática da Capoeira Regional, sendo devidamente orientada para os benefícios físicos e mentais e para a qual a capoeira é sinônimo de educação, cultura, civismo, saúde e defesa pessoal. Promovendo em suas dependências aulas, cursos, encontros, batizados, formaturas, projetos e competições de capoeira.

MESTRE PORTUGAL - MINHA TRAJETÓRIA

Meu nome é Arlindo Simões Portugal Neto, nasci no bairro do Rio Vermelho, em Salvador-Ba, em 13 de agosto de 1961. Quando menino ouvia meu pai falar que iria me matricular na academia do mestre Bimba, mas quando veio me despertar a vontade pela capoeira, infelizmente o mestre Bimba já havia falecido.

No início do ano de 1975 mudei para o bairro da Pituba, passando a ser sócio do Clube Português, onde logo fiz matrícula no curso de capoeira, tendo como professor o mestre Eziquiel, aluno do mestre Bimba. Nesse grupo conheci três irmãos (Eduardo, Ricardo e Marcelo) que moravam no bairro de Amaralina, que fizemos boas amizades, principalmente com o mais velho, o Eduardo. Em um dia de treino nos encontramos na lanchonete do clube, antes da aula, onde Eduardo me contou que tinha visitado uma academia lá no Nordeste de Amaralina e que era uma capoeira forte e o mestre um aluno veterano do mestre Bimba, e que ele já tinha se matriculado. Passei logo a me interessar e marcamos um encontro para o outro dia em sua casa, para irmos visitar esta academia.

Chegando nesta academia conheci o mestre Bráz: um negro forte (na época com 54 anos) e muito falante, onde, entre outras coisas, ele dizia: “esse esporte veio da raça negra e eu estou cultivando uma coisa que vem de mim; nesse esporte tem que ter coragem e malandragem; passei 21 anos com o mestre Bimba; esta luta é pra bater em dez otários”, e outras coisas mais. E realmente seu grupo nesta época era muito forte, formado por gente do povo, pedreiros, ajudantes, motoristas, gente simples. A roda de capoeira era Regional, a autêntica Regional do mestre Bimba. Neste mesmo ano (1975) me batizei na academia do mestre Bráz com o nome de Portugal. Seis anos depois em 14 de junho de 1981 me formava em Capoeira Regional. Em 07 de setembro de 1990 concluía meu último curso com o mestre Bráz, o curso de especialização em Capoeira Regional. Essas são as minhas raízes capoeirísticas.

Meu trabalho com capoeira em Feira de Santana teve início no ano de 1988. No começo formei um grupo de alunos, ensinando no quintal da casa onde morava, no bairro da Barroquinha. Do quintal da casa meu trabalho foi sendo conhecido e passei a ensinar nas principais academias e clubes desta cidade. Tive muitos e alguns bons alunos. Fundei a Associação de Capoeira Movimento Regional, onde fiz diversas apresentações, batizados, formaturas, encontros, cursos, viagens e matérias em jornais, rádios e tv sobre a capoeira, me tornando uma pessoa conhecida nesse meio esportivo.

Vejo a capoeira como uma arte ancestral e futura, isto é, a tradição e as transformações têm a mesma importância. Devendo ser preservados as tradições e os fundamentos e evoluir na parte técnica.

* Mestre Portugal
Formado e especializado em capoeira regional pelo Mestre Bráz (discípulo de Mestre Bimba, o criador da capoeira regional).Praticante da capoeira desde 1974.
Fundador da Associação Capoeira Movimento Regional